Quinas de móveis – um problema para mamães e bebês


Eu tinha pouco mais de 10 anos, brincando de restaurante com minhas amiguinhas, cortei o meu queixo na quina da mesinha em qual brincávamos, o que lembro é da dor que sentia e o desespero da minha mãe; foram 5 pontos e um tremendo susto!

Já passou um bom tempo desde este dia, mas ainda não consegui entender a relação que temos com as quinas, o que há nas quinas que atraem tanto os dedinhos dos pés????
Eu considero um problema sério!
Quando a  Alice começou a andar percebi que meu móveis tem muitas quinas e tratei de procurar uma solução, ainda não encontrei a melhor, mas medidas paliativas.
Comprei estesProtetores de Quina P” da linha Joy da Orderne


o material parece bom, como um silicone, mas a cola que acompanha são minúsculos adesivos; são difíceis de tirar do papel, difíceis de colar no protetor e saem com a maior facilidade dos moveis.

Protetor de quina P
Fonte: Ordene

Segui rigorosamente as instruções da embalagem:


Fiz tudo escondido da Alice enquanto ela dormia (para seguir o prazo de descanso do protetor de 12 horas), não adiantou, ao acordar pela manhã a primeira coisa foi querer curiar a novidade, bastou encostar e pronto, o protetor foi para o chão, ela achou a maior graça e saiu caçando os demais pela casa.
A solução?
Estou em busca de novos produtos, pesquisando também e procurando empresas especializadas, encontrei estas soluções, mas ainda não sei sobre a eficiência, vou testar e tão logo escrevo sobre.

Protetor de espuma


Protetor de espuma para cortar no tamanho desejado
Protetor plástico


Aqui por hora, improvisei, coloquei fita crepe por cima dos protetores e dificultei a brincadeira da Alice de retirá-los.
E por aí, como vocês resolveram a questão? Alguma dica?


Posts relacionados

Deixe uma resposta