Depoimento Geilza Alves

Depoimento Geilza Alves
“Apenas gostaria que fosse normal”
 
Quase 20 horas em trabalho de parto, 7 cm de dilatação e uma cesárea. Hoje o depoimento é de uma amiga, também arquiteta, mãe da princesa Joana, Geilza Alves topou contar sobre sua gestação.

Como você descobriu que estava grávida?

 
Estava com 2 meses e meio quando desconfiei, estava dormindo muito e como amava comer açaí, quando fui comer senti enjoo, então fiz o teste através do exame de sangue e descobri. Foi uma surpresa e tanto, felicidade para toda a família 
 

Sua gravidez foi planejada? Se sim, há quanto tempo estava tentando?

Não

 

Como foi sua gravidez?

Tranquila, não tive muitos desejos e nem enjoos. Só no finalzinho que senti muito cansaço para fazer as coisas pois estava muito pesada carregar o barrigão

 

Você teve algum cuidado especial com alimentação, beleza e atividade física?

 Apenas me preocupei com alimentação e andava muito. 
 

Você ouviu “baboseiras” durante a gravidez (provavelmente) de todas teve alguma mais bizarra?

Ouvi muitas baboseiras, mas não me lembro de alguma, pois não dava tanto ouvido… Rsrs
 
E os conselhos que dão quando o bebê nasce?
Foram muitos e ainda são, pois a minha filha está com 1 ano e 1 mês, e sempre dão palpites, não dou ouvidos, mas tem horas que da vontade de falar que a filha é minha… Mas…. Me seguro.

 

Como foi seu parto? Você sentiu algo diferente antes? Quais os sintomas?

 
Bom eu comecei a sentir umas leves cólicas no finalzinho da tarde do dia 13/08/2015 e então por volta da meia noite foi ao banheiro e vi que estava com um leve sangramento, foi ao hospital e a médica me informou que era o colo do útero afinando e que era normal, e falou pra eu ir pra casa e ficasse atenta quanto as contrações, então voltei e por volta das 2 da manhã vieram contrações leves, a cada 10 minutos e que duravam 30 segundos. É como não estava tão forte e tinha consulta do pré natal se 13:30 do dia 14/08 eu suportei… Só que conforme iam passando as horas as dores iam ficando mais fortes mas o intervalo de tempo era o mesmo, passei com a obstetra e a mesma fez o exame de toque e estava com quase 4 de dilatação, então ela me internou… Fui para a sala de pré parto e a cada 20 ou 30 minutos via um e via como estava a dilatação, nossa que momento desconfortante para a mulher, e por volta das 19:00 romperam a minha bolsa, gente, as dores aumentaram de uma tal forma que parecia que a minha toda a minha barriga era forçada para baixo, e a cada 1 minuto sentia contrações, por volta das 19:30 estava com 7 dedos de dilatação, então me encaminharam para a sala de parto, achando que seria normal pois queria muito, me levaram para a sala de cesárea, não questionei o porque pois nem pensava em nada na hora, pois estava exausta e cansada, e minha filha veio ao mundo as 20:28 do dia 14/08/2015, forte e linda… Hoje tirei a seguinte conclusão, através de uma reportagem que vi, os médicos de hospitais particulares ganham com partos cesárea e normais não, gostaria muito de que fosse normal. Mas estou feliz pois minha princesa é forte e saudável. 

 

Como foram os primeiros meses?

 
 Os primeiros meses foram conturbados, inseguros e muito mais… Mas não tem como não sentir isso como mãe de primeira viagem, mesmo as pessoas falando que era normal, sentia insegurança…. E as vezes em alguns momentos hoje, pois cada dia é algo novo que acontece.

 

Você teve medos durante a gravidez ou durante o parto? Alguma insegurança?

 
Apenas que gostaria que fosse normal, não senti medos. Até porque as pessoas me achavam muito tranquila na gestação e na hora que senti as dores.

 

Hoje depois de tudo o que passou o que você diria para outras mamães, tentantes ou as que pensam em engravidar?

 
Siga sua intuição materna, todos dão palpites mas não escute, nada melhor que a própria mãe sabe o que é bom ou não para seu filho. Palpites sempre terão, seja feliz e curta cada momento pois passa muito rápido. Não me arrependo de nada do que fiz, e que aprendo a cada dia que mãe é um sentimento especial é inexplicável e é o melhor de todos os sentimentos…. 

Geilza 

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta