Dia das crianças, menos brinquedos, mais brincar!

Dia das crianças, menos brinquedos, mais brincar!

“Dia das Crianças, na data mais divertida do ano, uma reflexão sobre valor, preços e coisificação”

Antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro que não sou contra comércio de brinquedos ou o empresas fabricantes de brinquedos; aliás adoro brinquedos; o que não acho bacana é a data ser apenas um dia de se ganhar brinquedos, de consumismo infantil e imensos lucros.

O dia 12 de Outubro como Dia das Crianças ganhou espaço no calendário de datas comemorativas no país como resultado de uma campanha de marketing.

“Em 1923, a cidade do Rio de Janeiro, então capital do Brasil, sediou o 3º Congresso Sul-Americano da Criança. No ano seguinte, aproveitando a recente realização do evento, o deputado federal Galdino do Valle Filho elaborou o projeto de lei que estabelecia essa nova data comemorativa. No dia 5 de novembro de 1924, o decreto nº 4867, instituiu 12 de outubro como data oficial para comemoração do Dia das Crianças.Entretanto, a data não se tornou uma unanimidade imediata. Somente em 1955, a data começou a ser celebrada a partir de uma campanha de marketing elaborada por uma indústria de brinquedos chamada Estrela. Primeiramente, Eber Alfred Goldberg, diretor comercial da empresa, lançou a chamada “Semana do Bebê Robusto”. O sucesso da campanha logo atraiu a atenção de outros empresários ligados à indústria de brinquedos.Com isso, lançaram uma campanha publicitária promovendo a “Semana da Criança” com o objetivo de alavancar as vendas. Os bons resultados fizeram com que esse mesmo grupo de empresários revitalizassem a comemoração do “12 de outubro” criado pelo deputado Galdino. Dessa forma, o Dia das Crianças passou a incorporar o calendário de datas comemorativas do país.”                                  Fonte: Brasil Escola

Não é de se esperar que uma data que se firmou a partir da iniciativa do comércio tenha outra intenção a não ser comercial, o que não quer dizer que não possa ser comemorada de outras maneiras além da compra e venda de brinquedos, o que não quer dizer que não possa ser aproveitada, o que não quer dizer que não possa ser uma data alegre, divertida e vivida!
Sim a Alice tem muitos brinquedos, de vários tipos, tamanhos, marcas e etc, eu também adoro brinquedos; mas amamos ainda mais estarmos juntas, aproveitar a vida.

Dia das Crianças, motivos para comemorar?

Amanhã será o quarto Dia das Crianças nosso com a Alice, por aqui sempre priorizamos o brincar, então aproveitamos o feriado desta data para leva la a parques, e normalmente jogamos bola, fazemos bolinhas de sabão e brincamos na caixa de areia. Curtimos o dia e nos curtimos. Nós gostamos do comemorar, da festa, da bagunça que descabela. Ligamos o som em “Let it go” e dançamos loucamente. Comemorar para nós não é e nunca foi comprar presentes, embora muitas vezes os presentes façam parte, não é o foco.

Dia das crianças, menos brinquedos, mais brincar

Sim nós damos presentes, brinquedos também, este ano ela ganhará um bambolê ou uma corda de pular, ainda não decidimos. O que temos procurado ensinar para a Alice em nosso dia a dia,  é a importância do significado de se estar em família, de se curtir, de que:

” as melhores coisas da vida, não são as coisas” Autor: Desconhecido

Quando falo “menos brinquedos, mais brincar”, é uma reflexão, para que eu como mãe, você que está lendo, nós,  procuremos cada dia mais ensinar valores aos nossos filhos, não preços. Ter brinquedo é legal, comprar a boneca de R$400 é um privilegio, mas não é tudo. Logo nossos filhos crescerão, os brinquedos ficarão abandonados em uma caixa ou ganharão outros destinos, mas e as memórias de infância, do que eles se  lembrarão?
Mais brincar“, para mim, é deixar a Alice me pentear e me “coroar” princesa em seu reino, parar para observar joaninhas no jardim do prédio, pegar flores caídas para colocar no cabelo, apostar corrida até a porta. Brincar de esconde esconde dentro de casa e rir sempre do pezinhos de fora da cortina. É ter tempo de aproveitar a companhia uma da outra. Estas coisas não tem preço, tem valor.

Dia das crianças, fugir do consumismo

Nos frequentamos shopping, assistimos TV e temos outras tecnologias em casa, o que procuramos ensinar para a Alice é o valor das pessoas, saber cuidar, respeitar e amar. Ensinamos que brinquedos são coisas que compramos, e compramos quando podemos, que eles tem um preço. Ela é ainda nova, mas queremos que entenda a diferença entre valor e preço, entre coisas e pessoas.
Tentamos priva la da “coisificação” resultado do mundo capitalista em que vivemos, em que as pessoas são medidas ou valorizadas pelo que podem comprar. Aqui no blog mesmo já dei dicas de 7 brinquedos que custam pouco ou quase nada e é assim que curtimos, dia compramos brinquedos, dia reaproveitamos caixas, dia fazemos nada.

Dia das crianças, qual o melhor presente?

Eu estava finalizando este texto e como de costume fazendo uma revisão antes de publicar e me deparei com este vídeo, em uma ação promocional o  Habib´s fez um teste de qual o “Melhor Presente”, me emocionei porque além de lindo o vídeo vai de encontro com o que estava justamente escrevendo.

Dia das crianças, Projeto Amigos Blogueiros

Este texto foi produzido especialmente para o Projeto Amigos Blogueiros, leia os demais post sobre o assunto:

Espero que tenham gostado de nossas dicas, aproveite o Dia das Crianças e deixe seu comentário aqui.

Até mais,

Anna Peppe

Posts relacionados

Nenhum comentário


  1. Sensacional postagem!! Por mais momento ligando musicas e dançando loucamente!!!! E a propaganda do Habbibs, que sensaconal!

    Responder

  2. Anna, tivemos a mesma sintonia ao enaltecer um dia das crianças menos focado no lado comercial e mais no aproveitamento do tempo ao lado das crianças. É de pequeno que se aprende, e quanto antes melhor, neste aprendizado de que o que realmente importa é a presença e não o presente.

    Responder

  3. Muito bom o seu texto Anne, adorei e concordo com você, temos que valorizar os momentos, os gestos. Aqui também não tenho esta necessidade de presentes caros e escolhidos em datas especiais, pois as nossas datas especiais são todos os dias!!!! Beijão e um lindo dia para vocês

    Responder

  4. Essa publicidade toca os corações né! Ainda mais nós que vivemos com o cel na mãe, porque as vezes podemos ate estar presente de corpo, mas com a cabeça ligada no whats!kkkkk desligar de tudo e dançar com o filho é uma dádiva! Super concordo com você! Adorei
    bjos Mila

    Responder

  5. Que propaganda hein??? Amei.. precisamos investir mais no tempo que passamos com nossos filhos… Isso é muito melhor que qualquer presente. Beijos

    Responder

Deixe uma resposta