Como montar um quartinho estimulante para seu bebê

Como montar um quartinho estimulante para seu bebê


Uma das maiores preocupações dos futuros papais é fazer um quartinho aconchegante e bonito para a chegada do bebê. Muitos se focam em escolher móveis e temas baseados na beleza e no que combina com a decoração, mas além do design, é preciso pensar em outras questões essenciais, como o desenvolvimento da criança.
 

PublicDomainPicture/Pixabay

Embora segurança, orçamento e espaço disponível sejam fatores importantes, é necessário também saber incorporar cores, texturas, sons e objetos que estimulem o desenvolvimento infantil e colaborem para o bem-estar do pequeno. Por isso vamos dar algumas dicas de como montar um quarto ideal para o novo membro da família.
Balanço de cores
Os recém-nascidos têm dificuldades em distinguir cores, portanto foque em contrastes, como o branco com alguma cor vibrante. Mas cuidado em onde pretende utilizar certas cores e tons, evite os muito fortes nas paredes, pois podem agitar demais o bebê. Neste caso prefira tons mais pastéis e talvez uma faixa ou no máximo uma parede de cor mais forte, mas procure usar os tons vibrantes em acessórios, como objeto de decoração, mantas e brinquedos. A iluminação também deve ser pensada, nada de algo muito forte para a hora de dormir, prefira abajures ou lâmpadas com regulagem de intensidade.
Escolha do tema
Pense bem no tema do quarto pois as cores influenciam tanto o aprendizado, como o humor e comportamento da criança. As cores mais quentes – como o vermelho, laranja e marrom – trazem uma atmosfera acolhedora, mas em excesso podem ser muito agressivas, assim como o amarelo, que é energizante e estimula a atividade intelectual e física, mas não deve ser usado em demasia. Já as cores frias – como o azul, verde e cinza – ajudam o bebê a relaxar e se acalmar, mas se usadas exageradamente podem tornar o ambiente desestimulante. Portanto, preze pelo equilíbrio.
Texturas

 

Assim como estimular a visão com as cores, o tato do pequeno também deve ser trabalhado. Os recém-nascidos descobrem o mundo a sua volta a partir dos cinco sentidos, então procure meios de instigá-los: visão, tato, olfato, audição e paladar. Estimule o toque de seu filho com brinquedos e objetos de diferentes texturas, novamente aqui os contrastes são importantes, como uma pelúcia fofinha, um plástico mais duro e liso, ângulos…
Pexels

Móbiles
Aposte nesses itens que podem tanto servir como decoração, como distração e aprendizado para os pequenos. Invista em um móbile colorido e com diversos formatos divertidos, que chamem a atenção do bebê e distraiam-no. Além do estímulo visual, ainda despertam a imaginação e colaboram para o desenvolvimento de habilidades motoras. Os móbiles também podem ser aliados em tarefas desafiadoras para os papais, como fazer o bebê dormir a noitetoda, para isso escolha um que toque canções de ninar leves, que ajudem a relaxar o pequeno.
Poucos brinquedos
Ao contrário do que muitos pais na empolgação do momento fazem, encher o quarto de brinquedos não é interessante, nem necessário. Como os recém-nascidos não possuem muita memória de curto prazo, eles não se cansam em brincar com a mesma coisa repetidamente, além de muitas vezes preferirem objetos simples do lar, como potes ou uma colher ao invés de brinquedos sofisticados e realistas. Então privilegie os tradicionais e educativos, como blocos, bola musical, copinhos de empilhar, caixa e encaixa etc. Além disso, muitos brinquedos nas prateleiras acumulam pó e sujeira sem necessidade.
Imagem: KathrinPie/Pixabay
Livros
Apesar de alguns pais acharem este item desnecessário para os menores, a leitura é essencial para o aprendizado e desenvolvimento da linguagem. Em uma pesquisa feita pela Academia Americana de Pediatria, foi comprovado que crianças com hábito de leitura em casa, começando desde cedo com um adulto lendo para elas, tem uma maior ativação de áreas do cérebro ligadas à criação de imagens mentais e compreensão de narrativa, contribuindo assim para aguçar futuramente as habilidades de aprendizado, pensamento e escrita.
Outro estudo também revelou que o contato precoce com os livros gera adultos mais seguros e preparados. Então separe um espaço especial para essa atividade, como um cantinho com uma poltrona confortável em que você possa ler histórias para seu filho.
Fragrâncias
Os bebês são sensíveis a cheiros, tanto que no começo reconhecem seus familiares pelo odor. Sendo assim, utilize o estímulo olfativo a seu favor, por exemplo, associando uma fragrância delicada, como a lavanda, ao ritual do sono, assim toda vez que seu filho sentir esse cheiro ele saberá que é hora de dormir. Mas cuidado com o uso de cremes ou perfumes artificiais, prefira vasinhos da planta ou esfregar levemente as folhas nas mãos.
Essas são só algumas dicas para te guiar na criação de um ambiente que realce o desenvolvimento do pequeno que está por vir. Os estímulos adequados no primeiro ano de vida são cruciais para a saúde mental, emocional e física do bebê, portanto se atente para montar um quartinho que estimule o aprendizado, mas ainda proporcione uma atmosfera calma, para um descanso tranquilo.
Gostou das dicas? Então deixe o seu comentário abaixo! E para mais inspirações de quarto infantil, clique aqui

Posts relacionados

Nenhum comentário

Deixe uma resposta